Marketing

Empresa americana chega para cuidar de reputação digital

Sonia Nabarrete | 5 dezembro 2017

Após atuar com sucesso durante dois anos nos Estados Unidos, a empresa Silicon-Minds, fundada por brasileiros no Vale do Silício, chega ao Brasil com o objetivo de melhorar a reputação de pessoas e empresas no Google, responsável por 93% das pesquisas digitais.

Fundada em 2015, com escritórios em Miami e São José, a empresa atende 89 pessoas, físicas e jurídicas, brasileiras e americanas, em busca de uma boa apresentação no principal site de busca. Os casos mais comuns são de empresas e executivos que possuem registros negativos em seus negócios e vida pessoal. Entre os curiosos, destacam-se pessoas que se separam e querem eliminar fotos com os antigos cônjuges e uma mulher que fez uma grande cirurgia plástica e quis acabar com qualquer imagem anterior à transformação estética.

Fernando Azevedo, CEO da Silicon-Minds, explica que a necessidade de uma boa reputação no Google vai muito além da vaidade. “É fundamental em uma série de situações como: obter visto especial, solicitar faculdade no exterior, abrir uma empresa, participar de concursos, fazer networking, novos negócios, obter empréstimo, captar recursos, comprar imóvel, atrair novos clientes, além de proteger o status social e familiar”, relaciona.

A empresa vê o Brasil como um mercado bastante promissor. “Com o país passando por uma crise tão grande, certamente será um grande mercado, não só corporativo, como para a pessoa física. Também existem os casos de muitos brasileiros que estão indo embora do país e precisam restaurar sua imagem perante o Google internacional, pois, caso contrário, podem ter seu visto negado, não conseguir financiamentos, abrir contas em bancos, não obter empréstimos ou possíveis sócios futuros”, pondera Fernando Azevedo.

O CEO conta que na Europa já vigora a chamada “Lei dos Esquecidos”, em que alguém prejudicado por citações no Google pode solicitar a retirada da menção ao seu nome ou da sua empresa. Em todo o resto do planeta, tudo o que é divulgado no Google fica para sempre. Outro exemplo de indexação nas buscas se dá pelo Jusbrasil, que divulga todos os processos e desta forma, mesmo que a pessoa seja inocente, fica registrado online de uma acusação. Em crianças e adolescentes vítimas do cyberbulling o estrago é ainda maior, culminando muitas vezes em suicídio.

Enquanto não há leis que defendam as pessoas que são alvos de discursos de ódio, algum tipo de bulling e má reputação digital,  a Silicon Minds faz esse papel por meio de um projeto chamado Repitation. “O que fazemos é recriar notícias não negativas para pessoas e empresas e também os fatores de viralidade para que estas novas noticias entrem na frente das noticias negativas, levando-as para segunda, terceira, quarta página nas buscas”, explica Fernando Azevedo.

O Repitation é desenvolvido em etapas: começa com lançamento de notícias positivas para que as negativas fiquem distantes no Google. Em seguida, a imagem digital do cliente é reconstruída por meio da contextualização de assuntos de seu interesse, e, finalmente, há uma blindagem digital contra fatos futuros porque a manutenção é constante. O trabalho da Silicon-Minds também abrange melhor ranqueamento do website de empresas no Google, gerenciamento de redes sociais, confecção de websites e blogs.

 

 

X

Contato

Se a sua empresa se encaixa no perfil para ser tornar Associada ou Patrocinadora, envie seus dados para podermos entrar em contato o mais breve possível.

X

Participe do Experience Club

X

Increva-se para receber
nossas Newsletters


Em breve novo site no ar!