RH

Contratação LGBT: diversidade para gerar inovação

Roberto Kamarad | 10 julho 2017
LGBT
Marcelo Carvalho, da SAP

Embora ainda enfrente muitos tabus e discriminações, as questões LGBT – tema em crescente discussão na sociedade contemporânea – têm ganhado cada dia mais enfoque dentro das grandes empresas, principalmente multinacionais.

Apesar de pesquisas como da consultoria Elancers demonstrar que 38% das empresas brasileiras não contratariam pessoas LGBT para cargos de chefia, estudo realizado pela McKinsey and Company mostrou que companhias que investem na atração e retenção de talentos femininos, negros e LGBT têm um desempenho 35% melhor do que a média do mercado.

Para Cristina Kerr, idealizadora do Fórum Gestão da Diversidade e Inclusão e CEO da CKZ Consultoria, apostar na diversidade significa agregar valores e novas ideias aos negócios. “É por meio da divergência de ideias e pensamentos e das diferentes vivências que se pode alcançar a inovação, trazendo com isso uma performance melhor para as empresas”, conclui.

Cientes da importância da valorização e respeito à diversidade, muitas companhias têm buscado promover a igualdade de gênero dentro de seu quadro de funcionários. É o caso da Flex Contact Center, que oferece oportunidades para todos os públicos, inclusive às pessoas transgêneros. Angela Casali, diretora de RH da Flex, pontua que a empresa não possui políticas de inclusão por tratar o tema com naturalidade e acreditar que todas as pessoas são iguais, independentemente de suas orientações sexuais ou identidade de gênero. “Quando entra uma pessoa transgênero na empresa, orientamos os líderes que irão recepcioná-los para que os mesmos possam ser acolhidos da melhor forma”, explica.

Criado em 2013 com o objetivo de proporcionar condições e assegurar políticas de inclusão à população LGBT no mercado de trabalho brasileiro, o Fórum de Empresas e Direitos LGBT conta atualmente com mais 80 companhias de diferentes segmentos engajadas com o compromisso de promover os direitos humanos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

Participante do Fórum desde 2015, a SAP Brasil possui várias iniciativas relacionadas à diversidade, entre elas o Pride@SAP Brasil, grupo de funcionários (LGBTs e aliados) responsável por promover ações que visam tornar o ambiente mais inclusivo e diverso. “Representantes do Pride@SAP procuram estar presentes em eventos sobre o tema com o intuito de trazer para a empresa melhores práticas e novas ideias de reinvenção”, afirma Marcelo Carvalho, Diretor de RH da SAP Brasil.

Segundo Carvalho, a principal missão é criar um ambiente inclusivo e livre de qualquer preconceito em relação à orientação sexual, identidade ou expressão de gênero. “Pesquisas demonstram que os colaboradores podem comprometer até 20% de sua capacidade produtiva quando sofrem algum tipo de assédio. Como a missão da SAP é melhorar a vida das pessoas, queremos começar já pela dos nossos colaboradores, criando um ambiente seguro onde eles possam expressar o melhor de si”, enfatiza.

X

Contato

Se a sua empresa se encaixa no perfil para ser tornar Associada ou Patrocinadora, envie seus dados para podermos entrar em contato o mais breve possível.

X

Participe do Experience Club

X

Increva-se para receber
nossas Newsletters


Em breve novo site no ar!