Mercado

Nanotecnologia inova
produção de medicamentos

Sonia Nabarrete | 26 maio 2017
Edson Bernes, da Aché

Até o final deste ano, deverá ser concluído o Nanotechnology Innovation Laboratory Enterprise (NILE), laboratório de P&D que está sendo construído em Guarulhos, no estado de São Paulo, numa parceria da Aché Laboratórios, uma das maiores empresas farmacêuticas nacionais, e Ferring Pharmaceuticals, companhia suíça que é referência em pesquisa e desenvolvimento biofarmacêutico.

Edson Bernes, diretor de Inovação Incremental da Aché, explica que a prioridade do NILE é desenvolver plataformas tecnológicas que permitam a produção de medicamentos melhor absorvidos pelo organismo. Remédios hoje administrados apenas na forma injetável poderão ser tomados via oral, de forma mais prática e sem dor.

A industria farmacêutica é uma das muitas áreas que mais tem se beneficiado da nanotecnologia, ciência que trabalha em escala aplicada normalmente à produção de circuitos e dispositivos eletrônicos com as dimensões de átomos e moléculas. Um nanômetro equivale a um bilionésimo de metro.

O Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Pequenas e Médias Empresas- contabiliza cem empresas que trabalham exclusivamente com nanotecnologia no Brasil, 25 delas em Santa Catarina. Essa tecnologia também é usada em áreas de inúmeras empresas, dos mais diferentes portes e segmentos. Hoje, no mundo, há mais de 800 produtos feitos com nanotecnologia, o que deverá movimentar um mercado de U$3,3 trilhões em 2018.

“A nano começa a sair das bancadas dos laboratórios de pesquisas para o mundo dos negócios”, constata Cleila Pimenta, especialista em desenvolvimento tecnológico da ABDI- Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial.

“A Nanotecnologia é uma ciência recente e que tem capacidade de gerar a próxima revolução tecnológica no mundo”, afirma Ivandick Cruzelles Rodrigues, Consultor Jurídico e professor na Universidade Presbiteriana Mackenzie, que desenvolve tese de doutorado sobre nanotecnologia e suas aplicações, com foco na saúde do trabalhador. “Acredito que a missão do Direito seja a de garantir o máximo de prevenção possível, sem que o desenvolvimento tecnológico seja comprometido”, diz ele.

X

Contato

Se a sua empresa se encaixa no perfil para ser tornar Associada ou Patrocinadora, envie seus dados para podermos entrar em contato o mais breve possível.

X

Participe do Experience Club

X

Increva-se para receber
nossas Newsletters


Em breve novo site no ar!