“Eficiência nos gastos e participação em comunidades inteligentes serão os diferenciais competitivos dos CFOs”

Entrevista: Renato Brisola, VP e Gerente Geral para América Latina e Caribe da Coupa, detalha os desafios estratégicos dos CFOs em 2021

Publicado em 15 de abril de 2021

Resiliência, eficiência operacional e decisões estratégicas baseadas em dados, informações e simulação de cenários preditivos. Cada vez mais estas características são exigidas das empresas como um todo e dos líderes financeiros em particular. Segundo uma pesquisa da Deloitte feita no final de 2020, 63% dos CFOs esperam que os gastos operacionais sejam maiores em 2021, o que leva a um desafio crescente nas decisões estratégicas que deverão ser tomadas. Uma efetiva gestão dos gastos será essencial para que as empresas tenham um diferencial competitivo relevante nesse ano. 

Pensando nesse cenário, o Experience Club conversou com o VP e Gerente Geral para América Latina e Caribe da Coupa, Renato Brisola. Reconhecida pelo quinto ano consecutivo como a líder no Quadrante Mágico da Gartner em soluções P2P (Procurement-to-Pay), além de ser a líder em plataformas de e-Procurement pela Forrester Research, a Coupa já transacionou 2 trilhões de dólares em sua solução de Business Spend Management (BSM). Em novembro de 2020 a empresa adquiriu a LLamasoft e incorpora à sua plataforma uma solução integrada de planejamento para Supply Chain. 

Nessa reportagem, Brisola detalha os desafios estratégicos dos CFOs e revela como a participação em uma comunidade inteligente compartilhada pode gerar oportunidades de negócio, redução em custos de aquisição e maior inteligência para a gestão de riscos e compliance das empresas. 

Qual é o foco de atuação da Coupa e como ela pode ajudar os líderes financeiros em um momento tão desafiador como o atual? 

Somos uma empresa de nicho, muito especializada, e temos uma solução que é líder no mercado mundial no segmento de BSM. Efetivamente conseguimos ajudar as empresas a ter eficiência nos gastos corporativos e em seu PNL. Se 2020 foi o ano em que se investiu fortemente na Transformação Digital, em 2021 as empresas estão buscando soluções de aprimoramento dessa transição. É preciso muita resiliência para passar por essa fase crítica da pandemia e um maior controle dos gastos é essencial. A nossa solução permite a automatização de processos essenciais para a área financeira, como o Contas a Pagar e a Receber e ela se integra a qualquer solução de ERP do mercado. Ao reduzir a carga operacional de trabalho, conseguimos dar mais tempo, dados e informações para que o financeiro seja mais estratégico. Outro fator importante é ter uma solução de automatização que seja facilmente implementada, centrada no usuário e de fácil adoção. Nossa ferramenta não precisa de um treinamento prévio para ser utilizada e isso traz um diferencial competitivo muito grande, pois as empresas que adotaram outras soluções percebem que o nível de adoção interna não é satisfatório. Se os usuários não usam a solução, o saving não é realizado. 

A Coupa trabalha muito o conceito de comunidades inteligentes como diferencial competitivo estratégico para os seus clientes. Pode nos contar como isso funciona? 

Quando falei anteriormente que a automatização dos processos por uma solução como a nossa traz facilidade de uso, visibilidade e controle dos gastos, estamos facilitando processos de decisão com base em resultados anteriores. De certa forma estamos olhando pelo retrovisor, a partir do já executado. Nosso outro diferencial são as comunidades inteligentes que surgem ao redor da plataforma, através delas conseguimos gerar muitos insights para o negócio. Nossa plataforma já transacionou 2 trilhões de dólares a nível mundial e usando Inteligência Artificial como um motor disso conseguimos gerar informações importantes para suportar decisões futuras. Por exemplo, na hora de escolher ou manter um fornecedor é importante saber se eles estão com boa saúde financeira, em especial durante a pandemia. Como outras empresas da nossa comunidade também se relacionam com esse fornecedor, consigo ter informações importantes sobre ele. Isso me gera muitos insights de futuro, para questões de análise de risco e compliance. No momento atual, vivemos uma crise de entrega de matéria-prima e de produtos, então é essencial se antecipar a esses problemas. Além disso, os clientes podem fazer compras coletivas a preços melhores, em especial quando falamos de suprimentos não-essenciais ao negócio. Temos um exemplo clássico disso, quando a American Airlines e a United fizeram um bid juntas para compra de pneus a um custo mais eficiente. Tivemos outros casos recentes de compra coletiva de máscaras, álcool gel e outros materiais de EPI para nossos clientes. Como Coupa, também buscamos fornecedores com o melhor contrato que nossos clientes possam utilizar, tendo como base a plataforma e o volume de negócios transacionados nela. 

No final de 2020 a Coupa adquiriu a LLamasoft, empresa que tem uma solução diferenciada para Supply Chain. Que importante oferta foi disponibilizada para os clientes após essa aquisição? 

A Lllamasoft tem uma solução de Design Planning para Supply Chain que complementa muito bem nosso portifólio. Pensando no Brasil, que particularmente tem uma complexidade fiscal e logística gigantesca, podemos oferecer uma ferramenta que ajude as empresas a desenhar cenários para a tomada de decisões, como por exemplo onde construir uma nova fábrica considerando toda a questão fiscal, legal e de impostos. Temos casos de clientes nossos que tiveram excelentes resultados ao identificar as melhores regiões para fazer esse tipo de investimento. Com os parâmetros adequados e a visualização dos impactos em toda a cadeia de valor, eles conseguem tomar decisões de forma mais rápida e assertiva a partir dos cenários desenhados pela ferramenta. Considero esse nosso terceiro diferencial competitivo no mercado, sendo o primeiro a facilidade de uso e o segundo as comunidades inteligentes. 

Falando em diferenciais competitivos, a Gartner, Forrester e IDC reconhecem a solução da Coupa como líder em P2P no mercado mundial. A que fatores você credita esse sucesso? 

Isso é reflexo do nosso foco no sucesso do cliente, que é um de nossos principais valores, além de excelência na execução e foco em resultados. É o famoso walk the talk, de fato buscamos que nosso cliente esteja satisfeito e isso se reflete nessas pesquisas. Nosso produto tem um ciclo de melhorias e a cada quatro meses lançamos uma nova release para todos os clientes, independente da versão que eles tenham. Nessa release incluímos itens de melhoria de performance, de usabilidade e de integração de outro produto que tenhamos adquirido. Também adequamos necessidades específicas de cada cliente, por país ou por segmento, a solução é bem flexível. Na Coupa, existe um gerente de customer value que é responsável exclusivamente por acompanhar as métricas de sucesso, tanto nossa como dos clientes. Além das avaliações já citadas, gosto de mencionar também a Spend Matters, no quadrante deles existe um eixo de avaliação dos analistas e outro dos usuários e é nesse que a Coupa mais se destaca. 

Qual a estratégia da empresa para a América Latina, Caribe e Brasil para os próximos anos? 

Na América Latina temos um foco muito grande nos maiores mercados da região, que são México e Brasil. Aqui no País temos uma base de clientes bastante forte e significativa, como Braskem, Dasa, Hiperafarma, Procter & Gamble, Ipiranga, Unilever e Atento. Nosso modelo de negócio é de SaaS, mas mais do que isso, é de Value as a Service, pois a relação que temos com nossos clientes é de longo prazo, ou seja, temos de trazer valor ao negócio deles, senão eles não renovam a contratação da solução. Também trabalhamos com os grandes integradores, como Accenture, PWC, Deloitte. Eu comecei na Coupa há cerca de 10 meses, vindo da Salesforce e tenho como meta um crescimento acelerado na região, de 2 a 3 dígitos altos nos próximos três anos. No Brasil já somos autossuficientes em todas as áreas, desde vendas e marketing até apoio a vendas e todas as áreas de serviço que irão suportar esse crescimento. Apesar das dificuldades no cenário mundial, vemos muitas oportunidades de negócio na região. As soluções da Coupa podem, efetivamente, munir os CFOs de importantes informações estratégicas para auxiliá-los na gestão eficiente e no crescimento do negócio.

Texto: Monica Miglio Pedrosa