Como acelerar a transformação digital com foco na jornada do cliente

Como acelerar a transformação digital com foco na jornada do cliente

Em LIVE, executivos discutem os novos drives dos negócios para manter a relevância

Publicado em 30 de julho de 2020

Como reconstruir relevância e acelerar a performance em um mercado em transformação? Na tarde desta quarta-feira, 29/07, nosso CEO Ricardo Natale conduziu mais a LIVE “Os melhores drivers para o seu business” (assista aqui). Estiveram conosco André Turquetto, Diretor de Marketing e Produtos da Alelo, Marcelo Mearim, Diretor de Marketing do Grupo Dasa, Carmela Borst, Vice Presidente de Marketing da Aon, e André Nigro, Vice Presidente de Vendas da Serasa Experian. Este episódio contou com o patrocínio de Acquia, Vivo EmpresasGrupo Connvert. 

Confira alguns insights do debate: 

Carmela Borst – Aon

 1- “Precisamos acreditar no ser humano, que daremos a volta por cima. Mas, para isso, precisa estar bom para todo mundo.” 

2- “Predição é tudo, mas é preciso saber o que fazer com os dados.” 

3- “Mais do que nunca nos damos conta de que é o human to human que vale.” 

Marcelo Mearim – Grupo Dasa

 1- “Temos o nosso time de dados e MKT trabalhando juntos. Para transformar a saúde no Brasil temos que ser cada vez mais uma empresa analítica.” 

2- “Nosso papel é mais do que entregar o laudo de um exame, mas como orquestramos todas as etapas da jornada do cliente.”  

3- “Estamos reescrevendo a história da saúde no Brasil. Todos podem ter seu parágrafo nesta história.” 

André Turquetto – Alelo

1- “Queremos transformar a Alelo numa plataforma por meio da qual as pessoas possam usufruir seus benefícios de forma mais fluida e a um custo acessível.”  

2- “O nosso foco é acelerar o cardápio digital. A liberdade e a flexibilidade no uso dos benefícios é tudo que importa para o consumidor.” 

3- “As barreiras de entrada estão caindo, o seu concorrente pode estar em uma outra indústria. E o consumidor não espera, ele está cada vez mais impaciente.

4- “Estamos desenvolvendo outros produtos a partir das novas demandas, como o auxílio home office.” 

André Nigro – Serasa Experian 

1- “As grandes empresas estão fazendo investimentos imensos na análise de dados para produtos cada vez mais personalizados. Precisamos ajudar as pequenas e médias a fazer o mesmo com soluções simples e baratas.”  

2- “A gente tem atuado fortemente com dados para ajudar nossos clientes a entender o perfil de quem pede crédito.” 

3- “Estamos evoluindo nos dados que disponibilizamos aos nossos clientes, apostando em informações mais estruturadas que de fato os ajudem a tomar melhores decisões.”

Texto: Luana Dalmolin

Imagens: Reprodução | Experience Club