Fórum CEO Brasil e os desafios até 2030

Fórum CEO Brasil e os desafios até 2030

Por Deivison Pedroza, Fundador e CEO do Grupo Verde Ghaia

Publicado em 13 de setembro de 2019

Sabe aquelas coisas que acontecem com a gente e que dá vontade de sair contando para todo mundo? Então, essa é a exata sensação que estou tendo agora, depois de ter participado do 3º Fórum CEO Brasil 2019, realizado pelo Experience Club. Eu já havia participado das duas edições anteriores, e todas foram incríveis. Mas o evento deste ano foi sensacional, inexplicável, único!

Ainda nem sei como explicar em palavras a experiência e aprendizado que tive entre os dias 05 a 08 de setembro. Foram quatro dias ao lado dos melhores empresários e CEOs do Brasil, de algumas das mais importantes companhias do mercado brasileiro. As palestras mais pareciam aulas de empreendedorismo, com uma leitura perfeita do presente, contendo muitas dicas e insights de como construir o futuro que desejamos para os negócios e para o Brasil.

O Fórum CEO Brasil foi realizado no Tivoli Praia do Forte, na Bahia, um lugar paradisíaco. O evento contou com vários momentos para o networking e troca de experiências, como o café da manhã, jantar, esportes, passeios, shows a noite além, é claro, das apresentações e debates. Cada detalhe foi especialmente pensado pela equipe do Experience Club, que existe há mais de 14 anos e que hoje, conta com mais de 370 empresas associadas e 2,2 mil executivos entre seus membros.

O que aprendi com o Fórum CEO Brasil?

Nesses quatro dias conheci modelos inspiradores de brasileiros vencedores, tanto aqui em nosso país, como também nos quatro cantos do mundo. Pude conhecer as tendências para 2030 e entendi que, por mais que a gente estude, tenha anos de experiência, viva cotidianamente uma vida toda voltada para o nosso negócio, ainda não sabemos quase nada.

E isso é fantástico!

A capacidade de aprender, se antecipar e se reinventar. Faço uso das Palavras de Tiago Mattos que disse em o Ser Humano precisa de apenas 03 habilidades para o futuro: Aprender a aprender, aprender a desaprender e aprender a reaprender. É basicamente, o que faz pessoas comuns se tornarem verdadeiros empreendedores, empresários, CEOs e líderes de sucesso.

Saí de lá empolgado e inspirado, mas um tanto incomodado, desconfortável e preocupado. Como posso ser melhor? Como tornar o Grupo Verde Ghaia melhor? Como estar pronto para 2030? São tantos os aprendizados e reflexões que um texto não é suficiente.

Palestra de Abertura Fórum CEO Brasil

A palestra de abertura, feita pelo CEO do Experience Club, Ricardo Natale, já foi impactante. Com o tema “Quais os grandes desafios das empresas até 2030?”, ele me fez pensar sobre como vejo o Grupo Verde Ghaia, do qual sou presidente e CEO, daqui dez anos. Esse exercício foi muito interessante e importante porque às vezes, não nos damos conta de que não pensamos na sobrevivência a médio e longo prazo de uma empresa.

Muitas vezes queremos crescer, queremos ser os melhores, mas esquecemos de analisar vários outros fatores que podem impactar esse crescimento de forma negativa. Quando não consideramos um tempo maior, como dez anos por exemplo, nós deixamos de fora do radar, elementos importantes que podem determinar o sucesso ou a falência de um empreendimento.

Então, o mesmo exercício que fiz lá, eu sugiro que você faça também: você consegue ver como vai estar seu negócio em 2030? Você vê o crescimento dele? Consegue ver a evolução da sua organização ao longo do tempo? Como é esta evolução? Qual o propósito da sua empresa existir? E mais importante, qual a causa que a sua empresa tem para que ela exista? E não parou por aí, Natale fez mais uma provocação: “será que não faz sentido começar a desenhar o nosso modelo de negócio até 2030? Será que já não está na hora de desenvolver essa agenda paralela na nossa empresa?”.

Depois de ouvir essa palestra, vou ser sincero com vocês. O meu lema era estar sempre quatro anos a frente de meus concorrentes. Este lema continua valendo para a minha vida. Mas, o foco não será mais os meus concorrentes. Será eu mesmo. E sabe por quê? Porque além desse lema me ensinar a pensar no meu negócio em 2030, uma outra frase me impactou, profundamente, “a função mais importante de um CEO é pensar em como criar um negócio que vai destruir o seu próprio negócio. Por isso, é preciso se antecipar, porque se você não o fizer, alguém o fará”.

Eu, como CEO, preciso me antecipar. Devo mudar hoje a própria visão que eu tinha do meu negócio e dos meus concorrentes. Tenho que me reinventar já, pensando em como quero estar em 2030. Preciso agir agora, tendo como objetivo os próximos dez anos. Necessariamente, eu preciso analisar como toda a tecnologia que já existe e ainda vai existir vai impactar toda a estrutura da Verde Ghaia. Preciso usar tudo o que está sendo desenvolvido a meu favor e assim, tirar o máximo proveito do que construí e está sendo construído.

Afinal, a tecnologia serve para ser a nossa aliada.

Quais as tendências Corporativas para 2030?

O tema do Fórum CEO, deste ano, 2019, foi “Brasil 2030”. O seu objetivo foi debater as tendências da próxima década, e por isso, todas as apresentações e debates, nesses 04 dias, foram sobre os conteúdos que mais estão impactando as organizações no momento:

●       inovação

●       novos modelos de negócios

●       empreendedorismo

●       inteligência artificial

●       educação continuada

●       gestão de colaboradores

●       futuro do trabalho

Texto originalmente publicado no site da Verde Ghaia