Porque um ambiente saudável pode ser ainda mais desafiador

Para o pensador John Hagel, as pessoas entusiasmadas em gerar valor são mais produtivas do que quando estão sob pressão por resultados

Publicado em 3 de março de 2021

Vivemos na sociedade do Big Shift, sob um pressão crescente por desempenho e a necessidade de encontrar maneiras de acelerar cada vez mais o aprendizado. O impacto desse cenário sobre os trabalhadores é, muitas vezes, impetuoso. A pandemia de Covid-19 deixou ainda mais latente a necessidade de se discutir ambientes de trabalho mais saudáveis e, consequentemente, mais produtivos.

Para John Hagel, consultor, empresário e um dos principais pensadores sobre liderança organizacional do Vale do Silício, porém, isso deve ser feito sem abrir mão da capacidade das empresas de criarem desafios. A ideia é a de que um ambiente saudável também pode ser desafiador, e vice-versa.

As companhias que não se derem conta disso, não conseguirão se manter, avalia. “A tecnologia exponencial não é uma oportunidade, é imperativa. Ela não trará mudanças para um futuro próximo, elas já estão acontecendo há décadas. E a pressão por desempenho vai ficar mais intensa”, afirma Hagel, que falará sobre esse e outros assuntos no primeiro Experience Lab de 2021, no dia 24 de março. Saiba mais e inscreva-se.

É um paradoxo, como admite Hagel. Para que as empresas possa ir além da crescente pressão por desempenho e identificar novas oportunidades, é fundamental que haja colaboração. Mas essa colaboração exige disposição e ânimo também para que os trabalhadores possam se desafiar mutuamente. “Não é escolher apoiar ou desafiar – é reconhecer que um não pode existir sem o outro”, diz Hagel em seu blog.

Para que isso aconteça, as companhias precisam repensar a estratégia e focar nas emoções de todos os participantes do processo. O objetivo, segundo o pensador, não é manipular os sentimentos das pessoas, mas compreender profundamente suas necessidades emocionais, por que elas existem e podem ser tratadas.

As estratégias que eram efetivas no passado estão se mostrando cada vez menos bem sucedidas no mundo atual. O novo desafio é como entregar maior impacto e valor com menos recursos, de forma sustentável e recompensadora para quem participa do processo. “Para ter sucesso no futuro, precisaremos desenvolver estratégias moldadas por uma compreensão profunda do contexto emocional”, diz Hagel.

Neste ponto, Hagel destaca que ter colaboradores treinados e motivados é fundamental. “Precisamos encontrar maneiras de acelerar o aprendizado na forma de ação com outras pessoas de maneiras que possamos aumentar rapidamente o impacto ao longo do tempo, criando novos conhecimentos em um mundo em rápida mudança”, diz Hagel em seu blog.

Hagel afirma ainda que as pessoas são mais produtivas quando ficam entusiasmadas com a oportunidade de criar algo de impacto significativo. “Precisamos entender onde está o medo e como esse medo pode ser superado cultivando a excitação”, afirma Hagel.

Texto: Juliana Destro
Imagem: Bonneval Sebastien, Unsplash