“Black Friday” chinesa chega ao Brasil

“Black Friday” chinesa chega ao Brasil

Americanas.com é a primeira varejista a aderir ao Dia dos Solteiros com descontos de até 80%

Publicado em 11 de novembro de 2019

[Atualização.12/11.16 h] Alibaba atingiu, neste ano, a receita recorde de US$ 38 bilhões em vendas em 24 horas. Este valor compreende apenas o Tmall, sua plataforma de e-commerce local. O “Double 11”, como a empresa rebatizou o dia recentemente, foi cerca de 26% mais rentável do que no ano passado.

A Black Friday se tornou uma das datas mais importante para o e-commerce e o varejo físico no mundo. E, por aqui, não é diferente: em 2018 foram movimentados R$ 4 bilhões apenas no ambiente virtual. Já na China, o Dia dos Solteiros, que acontece anualmente no dia 11 de novembro é, sem dúvidas, a data que mais gera receita. Somente no ano passado, o faturamento do Grupo Alibaba foi de US$ 30,80 bilhões, o equivalente a cerca de R$ 115 bilhões, mais do que as edições mundiais de Black Friday e Cyber Monday juntas. 

Neste ano, os consumidores levaram apenas 68 segundos para gastar US$ 1 bilhão no site do Alibaba. As vendas foram mais rápidas do que em 2018, quando foram necessários 85 segundos para atingir a mesma quantia. O grupo espera que mais de 500 milhões de usuários participem do festival de compras deste ano, cerca de 100 milhões a mais que no ano passado.

E o mercado brasileiro está na mira do gigante chinês. Pela primeira vez, o seu e-commerce, o AliExpress, está promovendo por aqui um festival de descontos que podem chegar a 90%, totalizando US$ 300 milhões, além de outras ações como sorteios de carros, celulares e viagens.

Os brasileiros vão poder aproveitar as promoções do chamado “double 11” das 4 horas da manhã desta segunda-feira até as 3h59 da quarta-feira, dia 13, no horário de Brasília. O período é longo para garantir que todos os países tenham, pelo menos, 24 horas de preços mais baixos.

Este é um sinal claro do aumento dos investimentos do grupo no nosso mercado. O interesse é grande, já que o Brasil é um dos cinco países que mais fazem compras na plataforma e teve a maior taxa de crescimento do mundo. Por isso mesmo, há um time dedicado ao estudo do mercado e dos hábitos de consumo dos brasileiros.

Entre as varejistas brasileiras, a Americanas.com é a pioneira em incluir a data em seu calendário, a partir deste ano, como uma forma de antecipação da Black Friday oficial, que em 2019 acontece no dia 29 de novembro.

Todos os produtos vendidos diretamente da China na Americanas.com, cerca de 1,8 milhão de marcas de itens como smartbands, fones de ouvido, drones, perfumes, relógios, entre outros, terão descontos de até 80% e frete grátis. Além disso, durante o evento o cliente poderá utilizar diversos cupons de oferta disponíveis no site e nas mídias sociais da marca.

Nossa operação de cross border foi lançada há sete meses e já conta com mais de 8 milhões de ofertas para os clientes. Resolvemos trazer para o Brasil um evento já tradicional na China e criar uma nova data no calendário do e-commerce brasileiro. Neste evento, selecionamos marcas exclusivas, produtos diferenciados e ótimas condições, que nossos sellers prepararam especialmente para os clientes brasileiros”, explica Fabio Abrate, CFO e diretor de Relações com Investidores da B2W Digital, empresa criada em 2006 a partir da fusão entre Americanas.com, Submarino e Shoptime.

Como surgiu o Dia dos Solteiros 

As festividades do Dia dos Solteiros teriam começado na Universidade de Nanquim, em 11 de novembro de 1993, como uma atividade oposta ao Dia dos Namorados e acabou se tornando popular em outras faculdades do país. A data foi escolhida porque o número 1 parece uma pessoa sozinha e a junção de outro 1 forma um par, objetivo original da data.

Os varejistas começaram a notar o potencial de vendas, dado o crescimento do poder aquisitivo dos jovens. Estimativas de mercado mostram que, em 2018, o evento movimentou mais de US$ 53 bilhões em vendas. Desde 2012, o termo “double 11” é registrado pelo Alibaba, que se tornou o principal grupo a lucrar com o evento. 

Texto: Luana Dalmolin

Imagem: Divulgação