A trilha da VTEX para digitalizar o varejo de ponta a ponta

A trilha da VTEX para digitalizar o varejo de ponta a ponta

Empresa multiplataforma de ecommerce lança soluções de logística a inteligência artificial e amplia alcance em clientes de todos os portes

Publicado em 30 de abril de 2020

O choque comercial provocado pela quarentena pôs à prova a resiliência e inventividade do varejo brasileiro de todos perfis e tamanhos. Desde a pequena lanchonete de bairro que abraçou o delivery do iFood ou simplesmente profissionalizou o atendimento por whatsapp, até grandes redes de franquias que tiveram que aderir ao ship from store como alternativa de negócio para a loja física.

Para quem vive o dia a dia do varejo digital, a temperatura subiu a níveis de Black Friday, dada a tensão e a demanda de novos clientes. Os resultados são desiguais: alguns mercados desabaram, enquanto outros explodiram em vendas. Mas ninguém tem dúvidas de que as repercussões vieram para ficar.

Uma das líderes brasileiras em soluções de ecommerce, a VTEX trouxe sua visão de longo prazo para se posicionar rapidamente diante da forte virada do mercado. E os números ilustram bem o ritmo da mudança. “Em março, abrimos de 4 mil novas unidades na Loja Integrada”, contabiliza Rafa Forte, country manager da VTEX no Brasil. Um aumento bastante expressivo de usuários no conhecido SaaS da companhia voltado ao pequeno ecommerce, que conta com uma base em torno de 40 mil clientes.

A companhia, que teve receita líquida superior a R$ 250 milhões no ano passado – quando cresceu 46% – está refazendo as previsões de alta nas vendas a partir desse boom inesperado de mercado. Mas, independentemente do resultado, vem se preparando desde o final do ano passado para aumentar sua oferta de valor ao varejo, com novos produtos e serviços.

“A crise deu a oportunidade de validar nosso modelo de comércio unificado e foi o argumento de venda decisivo para convencer o cliente de que ele precisa expandir negócios no digital” – Rafa Forte

Para consolidar sua posição, a companhia lançou três produtos que estão sendo implementados dentro da base de clientes da versão mais atual da VTEX IO, plataforma de soluções em cloud para varejistas e desenvolvedores de ecommerce. Saiba mais sobre elas:

1. Log

A partir dos módulos de soluções de logística integrada que já existiam, a empresa fechou a negociação com mais de 50 fornecedores de transportes para a redução de preço em escala a todos os clientes da plataforma. Com isso, os clientes estão obtendo reduções entre 15% a 20% no custo final de frete, o que tem impacto decisivo no resultado final da operação.

“Alguns clientes chegaram a registrar reduções de até 80%. Mas o realmente importante é oferecer essa capacidade de negociação e solução de problemas. Tem varejista que mal dá conta do picking, quanto mais lidar com uma pequena transportadora”, destaca Forte.

Ainda em fase de implementação, a solução está em uso por 80 clientes.

2. Tracking

Tecnologia incorporada à plataforma a partir da aquisição da dlieve, no segundo semestre do ano passado. O serviço traz uma solução para o lojista e o consumidor final no rastreamento da entrega, com ferramenta de comunicação rápida e integração do sistema da VTEX ao do varejista, o que não era possível até agora. O produto resolve um problema crítico, que é a perda de tempo ou mesmo a impossibilidade de entrega pela transportadora no domicílio.

“O Tracking resolve o problema da última milha, que é crucial para o lojista. Imagine a entrega de uma geladeira que não pode ser realizada porque o consumidor não está no endereço. Esse é um dos maiores problemas que a empresa pode ter”.

O simples fato de o cliente ser avisado no momento da entrega por de encurtar o tempo de permanência do caminhão no local, com impacto significativo nos custos e eficiência no final do dia.

3. Search

Mais um produto desenvolvido a partir de uma empresa adquirida no ano passado, a Biggy. Com base em Inteligência Artificial, a solução oferece um nível de busca muito mais sofisticado e personalizável de acordo com o perfil da loja de um cliente. Indo além do tradicional “autocomplete”, a tecnologia de AI permite que o usuário busque um determinado medicamento pela doença, mesmo sem saber o nome exato do produto. “A tecnologia agrega muito valor à qualidade da busca e aumenta a efetividade de venda para o lojista”, explica o CEO da empresa.

Ainda é difícil prever com clareza a nova trilha do varejo omnicanal, mas a pandemia acelerou processos e está trazendo soluções impensáveis até pouco tempo. O CEO da VTEX destaca cases de clientes como a Ri Happy que, em parceria com a Endeavor, criou um modelo de atendimento na loja de brinquedos com hora marcada. Ou ainda o sistema de venda de produtos pet na Cobase por drive through.

Para desenvolvedores como a VTEX, fundada em 1999 no Brasil e hoje presente em 10 países com 14 escritórios, o desafio é mostrar as inúmeras diferenças de soluções que o mercado oferece, em um cenário mais complexo de tecnologia, modelos comerciais e serviços. O resto será com o consumidor.

“Milhões de pessoas foram impactadas pelo digital e, mesmo que os antigos hábitos voltem, as marcas passaram a conhecer esse público, o que abre uma perspectiva totalmente nova”.

 

Texto: Arnaldo Comin

Imagem: Experience Club